• hikafigueiredo

"A Esposa", de Björn Runge, 2018

Filme do dia (17/2019) - "A Esposa", de Björn Runge, 2018 - Joe Castleman (Jonathan Pryce) viaja com sua esposa Joan (Glenn Close) para Estocolmo, onde receberá o Nobel de Literatura. Durante a viagem, Joan é abordada pelo escritor Nathaniel (Christian Slater), oportunidade que um segredo do casal virá à tona.





Este ótimo filme expõe, com delicadeza, a questão do machismo e do silenciamento da voz feminina nos idos dos anos 50 e 60. Retrata, ainda, os dramas pessoais e familiares dos dois personagens principais, Joan e Joe. Apesar do roteiro previsível - a grande revelação não surpreende nenhum espectador mais atento -, o filme desenvolve-se bem e envolve o público com uma história atraente e bem contada. Mas a alma do filme encontra-se, definitivamente, nas maravilhosas interpretações de Jonathan Pryce e, principalmente, de Glenn Close - não há um único movimento ou olhar da dupla exagerado ou fora de lugar, as atuações são simplesmente primorosas!!! Graças ao seu trabalho, Glenn Close foi agraciada com o Globo de Ouro de Melhor Atriz - e é a favorita para levar o Oscar esse ano (vou torcer por ela!). Filme robusto, vale a pena.

0 visualização0 comentário