• hikafigueiredo

"A Família Bélier", de Éric Lartigau, 2014

Filme do dia (99/2016) - "A Família Bélier", de Éric Lartigau, 2014 - A família Bélier é composta de pai, mãe e dois filhos. Todos são surdos, exceto Paula (Louane Emera), a filha de 16 anos. Por ser a única a ouvir, Paula é o esteio prático da família - é ela a negociar os produtos da fazenda da família, a chamar o veterinário quando algum animal precisa, a acompanhar os pais ao médico. Ocorre que Paula descobre que tem talento para o canto e isso gera uma crise familiar quando ela resolve participar de um concurso de canto em outra cidade.





O filme é uma interessante obra acerca do crescimento juvenil e da dificuldade dos pais em soltar as amarras de seus filhos quando chega a hora. Apesar do tema central ser bem desenvolvido, alguns assuntos periféricos acabaram sendo deixados de lado, o que me incomodou um pouco. O filme é simpático e, por ter uma filha na mesma idade da protagonista, acabei me identificando com a história. Achei interessante que, por mais que a história foque nas questões da adolescente, há espaço para os problemas paternos e como uns interferem nos outros. O filme é "vendido" como uma comédia, mas na realidade é um drama leve com raros toques cômicos. Os atores estão bem, com destaque para François Damiens como o pai de Paula. Tecnicamente, o filme é correto, sem destaques. Apesar de algumas deficiências de roteiro, gostei, sem alarde.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo