• hikafigueiredo

"A Outra", de Woody Allen, 1988

Filme do dia (101/2015) - "A Outra", de Woody Allen, 1988 - Marion (Gena Rowlands) é uma mulher de meia idade, profissionalmente bem sucedida e satisfeita em seu segundo casamento. Inadvertidamente, escuta algumas confissões de uma paciente do psicólogo que atende ao lado de seu escritório e passa a questionar a sua existência.





Filme bastante intimista, proporciona uma viagem ao interior da personagem principal, repleta de (tristes) descobertas. É bastante interessante como Allen faz essa conexão entre a jovem paciente (interpretada por Mia Farrow) e a personagem central - é como se Marion visse um espelho ancestral, onde a moça é o reflexo de seu eu passado. É um filme triste, angustiante e bastante silencioso. O espectador se sente, em certo momento, enclausurado dentro de Marion, e completamente imerso em seus pensamentos, dilemas e emoções. Filme muito interessante, mas há que se estar no clima para tanto intimismo. Claro que Gena Rowlands, atriz fantástica, está fenomenal e transmite com perfeição a angústia da personagem que descobre um verdadeiro vazio interior. Ainda tem uma participação discreta de Gene Hackman, a qual não pode ser desprezada. O filme é lento, como era de se esperar considerando a história e se passa quase inteiramente em ambientes fechados - fazendo um paralelo com o interior da personagem. Diria que é um filme menor de Woody Allen, mas, ainda assim, uma obra bastante instigante. Gostei bastante.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo