• hikafigueiredo

"A Vingança de Manon", de Claude Berri, 1986

Filme do dia (103/2015) - "A Vingança de Manon", de Claude Berri, 1986 - Anos após a morte de Jean, Manon (Emmanuelle Beárt) torna-se uma linda mulher, despertando a atenção de Ugolin, que tentará fazer de tudo para conquistá-la. Mas Manon jamais esqueceu o que os Soubeyran fizeram à sua família.





Na continuação de "Jean de Florette" temos o desfecho da trágica história da família de Jean e, apesar de ter ansiado no primeiro filme por um final catártico, é fato que, para mim, o rumo da história só gerou mais angústia e sofrimento. Sim, tenho um coração de manteiga. Mas insisto que ambos os filmes são excepcionalmente bons e valem a pena serem vistos. Neste, além da atuação MAGISTRAL de Yves Montand, temos o talento e beleza de Emmanuelle Beárt, que encarna com perfeição a jovem Manon (é impressionante como o olhar da menina e o da mulher são exatamente iguais). Destaque absoluto para a cena do diálogo entre César e Delphine - o que é a expressão de Yves Montand??? Magnífico!!!!! A qualidade técnica mantém-se neste filme no mesmo patamar do anterior. Repito: assistam!

0 visualização0 comentário