• hikafigueiredo

"Alice", de Jan Svankmajer, 1988

Filme do dia (208/2020) - "Alice", de Jan Svankmajer, 1988 - Alice (Kristýna Kohoutová) é uma menina entediada que subitamente é surpreendida por um coelho que se mostra muito apressado. Curiosa, ela passa a segui-lo.





Nessa versão tcheca para o romance "Alice no País das Maravilhas", de Lewis Carroll, temos uma interessante fusão entre live action e animação em stop-motion. O roteiro segue, com bastante fidelidade, o texto do autor inglês, mergulhando, com gosto, no universo onírico da história. No entanto, eu diria que, talvez por conta das imagens em stop-motion, a atmosfera deixa para trás o meramente onírico, para embrenhar-se, vigorosamente, num verdadeiro pesadelo - se eu fosse criança, pode ter certeza que eu não dormiria por uma semana. Poucas coisas que vi na vida se mostraram tão sinistras como as imagens da obra: os animais-esqueletos, os potes repletos de "objetos abjetos", como os pães cheios de pregos ou os botões em meio a uma substância gelatinosa, a menina Alice transformada em boneca de porcelana (daquelas que sugerem, por si sós, filmes de terror) e aquele coelho empalhado medonho. Sim, o filme é absolutamente assustador! Conseguiu ser infinitamente pior do que a versão inglesa, de Jonathan Miller (1966), que eu já achava deveras sombria, muito por conta da expressão de maluca da atriz Anne-Marie Mallik. Em todo caso, como animação, a obra foi bastante elogiada, tanto que foi agraciada com o prêmio de Melhor Filme no Festival de Annecy,considerado o mais importante festival de animação do mundo. Merece destaque, no filme, a direção de arte, muito minuciosa em todos os mínimos detalhes e responsável, em grande parte, pelo "climão" assustador, e a edição de som, que é quase um personagem à parte - e olha que para me chamar a atenção, surda como eu sou para cinema, tem que ser REALMENTE um diferencial. A menininha Kristýna Kohoutová é uma graça, super expressiva e mega corajosa por ter encarado o papel. O filme é muito legal, eu me senti "sugada" para dentro do filme e seu universo peculiar, realmente muito bom. Recomendo para corajosos. Rs

1 visualização0 comentário