• hikafigueiredo

"Animais Fantásticos e Onde Habitam", de David Yates, 2016

Filme do dia (258/2017) - "Animais Fantásticos e Onde Habitam", de David Yates, 2016 - Nova York, 1926. Chega à cidade, vindo da Inglaterra, o jovem bruxo Newt Scamander (Eddie Redmayne). Ele traz, entre seus pertences, uma mala mágica onde mantém inúmeros animais fantásticos. Ocorre que alguns destes animais fogem do interior da mala, o que poderá expor aos "no-maj" o mundo bruxo.





Nessa nova obra acerca do mundo mágico de J. K. Rowling, temos uma história ocorrida setenta anos antes daquela acontecida em "Harry Potter", mas tão vívida quanto as aventuras do bruxinho famoso. O filme, logicamente voltado para um público infanto-juvenil, logo, leve e descompromissado, é simplesmente uma delicinha. Mesmo sem ser grande entendida do universo bruxo da autora, achei bastante divertida e animadora a retomada àquele mundo mágico. E, aparentemente, J. K. Rowling conseguiu criar um personagem tão carismático quanto Harry Potter, pois Newt é um fofo. Como era de se esperar, tecnicamente o filme é ótimo - direção de arte fantástica, bela fotografia, e, claro, efeitos especiais de primeira linha. A obra começa um pouco devagar, mas, pouco a pouco, ganha ritmo, garantindo o envolvimento do espectador. Curti muito os personagens apresentados na obra e acho que o elenco escolhido cooperou bastante para minha simpatia (ou não) por eles. Eddie Redmayne está encantador como Newt. Sou suspeita para falar de Ezra Miller, já que o adoro, mas certamente ele está ótimo como o sofrido Credence. Não considero Colin Farell um grande ator, mas acho que aqui ele convence bem como Percival Graves. Mas, dentre todos os personagens, quem mais me conquistou foi Dan Fogler como o humano Jacob - espero mesmo que ele permaneça nos próximos filmes. Olha, o filme é muito gostosinho, mas há que se entrar naquele universo sem medos e sem amarras para se divertir de verdade. Recomendado para qualquer um que goste de fantasia. PS - Eu quero um pelúcio para mim!!!!

0 visualização0 comentário