• hikafigueiredo

"Azul Escuro Quase Preto", de Daniel Sánchez Arévalo, 2006

Filme do dia (123/2017) - "Azul Escuro Quase Preto", de Daniel Sánchez Arévalo, 2006 - Jorge (Quim Gutiérrez) é um jovem que cuida do pai doente, após "herdar" o trabalho como porteiro de seu pai. Seu irmão Antônio (Antonio de la Torre) está preso, sua namorada Natalia (Eva Pallarés), no exterior, fazendo mestrado, e seu melhor amigo Sean (Raúl Areválo), em crise. Em meio ao caos, Jorge busca uma colocação na área financeira de uma empresa para largar o trabalho que ele tanto desgosta.





Drama espanhol leve, tem um desenvolvimento bem bacana, mas rateia no final - a impressão que eu tive é que o diretor desenvolveu várias tramas paralelas e depois não soube muito bem como resolver todas de forma sincronizada e deu cabo de todas numa paulada só nos últimos 10 minutos de filme. Não chega a ser uma obra ruim, mas deixou um pouco a desejar por conta do desfecho. Tecnicamente é um filme certinho, mas sem grandes inspirações e destaques. O elenco também é assim - não são ruins, mas também não são nenhuma excepcionalidade. Quim Gutiérrez como Jorge desperta simpatia, o moço é bonitinho e o personagem, carismático. Raúl Areválo, cujo apelido no filme é "Sean", realmente surpreende por ser fisionomicamente muito parecido com o ator Sean Penn. Os demais estão okay. Ah, é um filme meio morno, acho que muita gente não vai gostar porque não desperta nenhuma emoção mais extrema, então nem vou recomendar muito, não.

0 visualização0 comentário