• hikafigueiredo

"Capitão Fantástico", de Matt Ross, 2016

Filme do dia (05/2017) - "Capitão Fantástico", de Matt Ross, 2016 - Ben (Viggo Mortensen) vive isolado na floresta com seus seis filhos. Criando os jovens envoltos em muita leitura e treinando-os para conseguirem ultrapassar toda a sorte de obstáculos físicos ou intelectuais, Ben aplica nos filhos toda a filosofia em que acredita. Um evento trágico, no entanto, os obrigará a sair de seu refúgio e atravessar parte dos EUA em um velho ônibus, trazendo à tona mágoas, segredos e contradições que porão à prova as crenças de Ben e de sua família.





Filme delicinha, destes que equilibram, com cuidado cirúrgico, partes dramáticas com cômicas, a obra é quase uma ode ao pensamento humanista e à negação ao mundo capitalista e ao consumismo. Okay, talvez o personagem Ben tenha levado tudo às últimas consequências, mas admito que invejei a vida de Ben e dos seus. A história é gostosa, flui bem, e tirando algumas passagens pouco críveis, convence e conquista o espectador. A atuação de Viggo Mortensen é arrebatadora e a interpretação dos jovens e crianças muito bem conduzida. Simpatia eterna pelo ator George Mackay. que interpreta Bo e admiração que não cabe em mim pela interpretação da música "Sweet Child O Mine" pela lindinha Samantha Isler. Frank Langella, por seu lado, despertou minha ira como o avô das crianças. Destaque para a trilha sonora muito gostosa e para a fotografia belíssima. Também devo admitir que alguns figurinos chamaram a minha atenção (rs). Filme que contém muitas verdades, recomendo com paixão.

0 visualização0 comentário