• hikafigueiredo

"Casanova e a Revolução", de Ettore Scola, 1982

Filme do dia (186/2015) - "Casanova e a Revolução", de Ettore Scola, 1982 - Em 1791, personagens reais e fictícios - dentre os quais Giácomo Casanova do título - em viagem de Paris a Varennes, dividem carruagem e tavernas, discutindo, pelo caminho, os rumos políticos da França e a arte da sedução.





Apesar do argumento interessantíssimo - os diálogos imaginários entre personagens tão diferentes entre si no exato momento da derrocada da monarquia na França durante a Revolução Francesa, achei o filme um falatório sem fim que quase me matou de sono. Não que seja um filme ruim - não, nem é - mas ele se apóia quase exclusivamente em longos diálogos que não me prenderam. Além disso, acho que grande parte do interessante da questão eu perdi por total desconhecimento das figuras reais envolvidas na história (o escritor Restif de la Bretonne, o liberal inglês Thomas Paine e o próprio Casanova), com perdão à minha ignorância. Por outro lado, é um filme bastante vistoso, com bela direção de arte e fotografia e com interpretações de peso, com destaque para Harvey Keitel, Hanna Schygulla e o irretocável Marcello Mastroinanni (é sempre um prazer vê-lo atuando!!!). Talvez eu esteja apenas num mau dia, mas, pelo menos hoje, achei o filme mega arrastado...

0 visualização0 comentário