top of page
  • hikafigueiredo

"Depois de Lúcia", de Michel Franco, 2012

Filme do dia (154/2015) - "Depois de Lúcia", de Michel Franco, 2012 - Após a morte de mãe, Alejandra e seu pai mudam-se de cidade, indo morar na Cidade do México. Na nova escola onde estuda, Alejandra faz, aparentemente, novos amigos, mas um evento mudará a relação dela com os jovens, que passam a abusar física e emocionalmente da garota.





Esta obra, atualíssima, trata de temas como bullying, assédio, abuso à mulher e machismo. A história poderia acontecer em qualquer lugar e evidencia o quanto a sociedade é machista e o quanto as mulheres sofrem, desde a mais tenra idade, com a misoginia - com a conivência, inclusive, de suas pares. A narrativa incomoda e causa revolta, justamente por ser tão factível e muito mais comum do que se pensa. Tudo bem que o desfecho é um tanto fantasioso, mas não deixa de ser prazeroso e catártico. O roteiro flui bem, com um aumento crescente de tensão. Os jovens atores estão muito bem em seus papéis, com evidente destaque para Tessa Ia que interpreta Alejandra. Ganhador do prêmio de Melhor Filme na Mostra Un Certain Regard (mostra paralela a Cannes) é um ótimo filme para ser utilizado em sala de aula na discussão dos temas já mencionados. Muito bom, recomendo muito!!!!

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Kommentare


bottom of page