• hikafigueiredo

"Eu, Você e a Garota que Vai Morrer", de Alfonso Gomez-Rejon, 2015

Filme do dia (86/2016) - "Eu, Você e a Garota que Vai Morrer", de Alfonso Gomez-Rejon, 2015 - Greg (Thomas Mann) é um adolescente introvertido, que se esforça para ser invisível em qualquer ambiente social. Seu único amigo é Earl (RJ Cyler), com quem divide a paixão pelo cinema. Juntos, Greg e Earl fazem pequenas paródias de filmes famosos, os quais são guardados a sete chaves. Um dia, a mãe de Greg recebe a notícia de que Rachel (Olivia Cooke), uma colega de escola de Greg, foi diagnosticada com leucemia, obrigando-o, então, a aproximar-se da garota.





Drama adolescente sobre amizade e amadurecimento, a obra poderia facilmente descambar para um melodrama barato e insuportável, mas, felizmente, não trilhou o caminho fácil (e brega) do dramalhão. Ao contrário, mostrou-se um filme bastante equilibrado, com alguma dose de humor e outra tanta de drama, na medida certa. O filme surpreende em vários quesitos. Ainda que o argumento seja bastante vulgar (dois adolescentes que se aproximam motivados pela doença de um ou dos dois), o roteiro é bem trabalhado e percorre caminhos menos usuais. Gostei demais do trabalho de câmera da obra, com enquadramentos originais e sofisticados, que brincam com o espectador. O trio de atores principais também está muito bem em seus papéis e foge do estereótipo de rostos bonitos - não, os três são bem comuns, sem qualquer atrativo excepcional. Gostei muito do jeito blasé do personagem Earl, em contraposição ao jeito meio abobalhado de Greg. Mas o que realmente me encantou foram as inúmeras referências cinematográficas proporcionadas pelos filmes caseiros de Greg e Earl - há citações a "Um Corpo que Cai", "Apocalipse Now", "Morte em Veneza", "O Sétimo Selo", "Laranja Mecânica", "Fitzcarraldo", "Os Incompreendidos", "Aguirre" e por aí vai, uma delícia ver uma homenagem tão singela à Sétima Arte. Gostei bastante do filme e recomendo.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo