top of page
  • hikafigueiredo

"Expresso do Amanhã", de Bong Joon Ho, 2013

Filme do dia (156) - "Expresso do Amanhã", de Bong Joon Ho, 2013 - Num mundo pós-apocalíptico, todos os humanos sobreviventes vivem dentro de um trem em movimento, que funciona como um ecossistema à parte. Como em qualquer sociedade, no entanto, há os privilegiados e "a massa". Um homem irá confrontar a ordem estabelecida.





Como todo filme que une catástrofes naturais e sobrevivência, este também apoia-se em ideias um pouco absurdas, que não se sustentam se o espectador considerar a lógica (e a física, matemática, biologia...). Mas, se o espectador conseguir abstrair os absurdos, é um filme que consegue envolver e divertir. A história gira em torno do que as pessoas são capazes para sobreviverem e como o ser humano pode ser egoísta, cruel e sem empatia pelos iguais. A obra ainda não deixa de ser uma crítica à sociedade, onde uns devoram os outros e onde os oprimidos podem ser coniventes com os opressores se isso lhes trouxer alguma vantagem. Mas, se você não quiser ver crítica em lugar algum, eu garanto que o filme se sustenta como pura diversão somente. O clima geral é claustrofóbico e o início do filme é excessivamente escuro, melhorando lá pelo um terço da história. A ambientação é especialmente bem feita e a movimentação através dos vagões é convincente. A construção dos personagens pode surpreender - nem tudo parece o que é. Quanto aos atores, temos uma boa atuação de Chris Evans como o "herói" disposto a tudo para chegar ao "cabeça" daquela sociedade; Octavia Spencer, como uma mãe desesperada em busca de seu filho também dá show; os veteranos John Hurt, como Gilliam, e Ed Harris, como Wilford, são, como sempre, competentes em seus papeis; Temos ainda, o ator coreano Song Kang-Ho e a maravilhosa Tilda Swinton no elenco. Gostei e recomendo para quem curte esse gênero de filme.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Komentáře


bottom of page