• hikafigueiredo

Filme do dia (60/2018) - "Fruitvale Station - A Última Parada", de Ryan Coogler, 2013

Filme do dia (60/2018) - "Fruitvale Station - A Última Parada", de Ryan Coogler, 2013 - 31 de dezembro, 2008. Na noite de Ano Novo, um grupo de rapazes negros envolve-se em uma desavença dentro de uma composição do trem. A reação da polícia acaba por transformar a noite festiva em tragédia.





O filme, baseado em fatos reais, demonstra o que todos já deveriam saber - uma arma, na mão de um idiota, fardado ou não, é passagem certa para a desgraça. Tudo bem que a obra romantiza bastante o evento e o personagem Oscar - muitíssimo bem interpretado por Michael B. Jordan - perde substância ao ser retratado apenas como mártir e não como alguém real, com sua contradições e defeitos. O filme, também, poderia passar sem algumas cenas forçadas (até piegas) usadas para mostrar a bondade intrínseca de Oscar e sua intenção de se redimir de seu passado criminal, como a cena do cão atropelado ou a dispensa da droga no mar - essa forçação de barra me passou a ideia de que, se fosse diferente, tudo bem ele ser tratado com desídia e violência (bandido bom é bandido morto??? Aaaaaah, faça-me o favor...). De qualquer forma, o filme é hábil em denunciar o racismo e o tratamento truculento e preconceituoso dispensado aos negros nos Estados Unidos - ou aqui, já que também vemos isso todos os dias no Brasil. Causa revolta a forma como o incidente é conduzido pela polícia, que se mostra despreparada e violenta, em especial com a população negra e pobre, caso do protagonista - nos EUA, como no Brasil, a carne "mais barata" é a preta :( O filme se desenvolve majoritariamente em tempo cronológico, com algumas poucas inserções de tempo passado (que, para mim, poderiam ter sido dispensadas). Tecnicamente, filme padrão, sem grandes destaques. Sobre as interpretações, Michael B. Jordan e Melonie Diaz (como Sophina, companheira de Oscar) têm uma ótima química e despertam a simpatia do espectador. Octavia Spencer, por sua vez, confirma seu reconhecido talento como mãe de Oscar - vamos combinar que essa mulher não deixa a bola cair nunca!!! Sempre fantástica!!!! O filme é muito bom, mas é daqueles que a gente sai querendo quebrar tudo. Vejam e pensem a respeito.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo