• hikafigueiredo

"Gosto de Cereja", de Abbas Kiarostami, 1997

Filme do dia (189/2016) - "Gosto de Cereja", de Abbas Kiarostami, 1997 - Numa área rural, próxima a Teerã, um homem conduz seu carro abordando desconhecidos pelas estradas. Ele busca alguém que aceite uma proposta - enterrá-lo, caso consiga consumar seu suicídio, em troca de grande quantia de dinheiro. Mas a tarefa de encontrar alguém disposto a aceitar a proposta se mostrará complicada.





Nesse belo drama do diretor iraniano Abbas Kiarostami, temos uma longa discussão filosófica acerca da vida e de sua negação, a morte. Por que auxiliar um estranho prestes a se matar ou por qual motivo recusar o trabalho que proporcionará alta recompensa monetária? Cada personagem abordado reage de uma forma diferente e cada um expõe sua visão sobre a questão. O filme, como de praxe nas obras do diretor, é bastante lento, restrito, na maior parte do tempo, ao confinamento do carro (em contraposição, temos planos bem abertos do carro andando pelas estradas sinuosas e arenosas do lugar). Também como é comum ao diretor, temos um pequeno trecho de metalinguagem, com cenas do making of do filme. Não é uma obra fácil, exige entrar no clima e ficar atento aos diálogos entre o suicida e seus interlocutores, mas é um filme instigante, sem dúvida, tanto que ganhou a Palma de Ouro em Cannes em 1997. Apesar de ter gostado, ainda prefiro "Através das Oliveiras", do mesmo diretor, com uma das melhores cenas finais que eu já vi na vida.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo