• hikafigueiredo

"Nasce uma Estrela", de Bradley Cooper, 2018

Filme do dia (244/2018) - "Nasce uma Estrela", de Bradley Cooper, 2018 - Quando a desconhecida e talentosa Ally (Lady Gaga) conhece o pop-star da música Jackson Maine (Bradley Cooper), as portas do estrelato começam a se abrir. Enquanto sua carreira na música ascende vertiginosamente, sua vida amorosa com Jackson começa a dar sinal de desgaste.





Já comentei algumas vezes que não sou muito afeita aos dramas hollywoodianos - via de regra, essas obras manipulam o público para que ele ria na parte "x" e chore na "y" e isso me desagrada profundamente, prefiro filmes onde a nossa reação seja um pouco mais pessoal e natural. No entanto, apesar desta obra aqui se enquadrar bastante bem no gênero que eu descrevi, ele conseguiu ser suficientemente discreto na condução da história, não fazendo com que eu me sentisse manipulada, motivo pelo qual curti o filme bem mais do que o usual. A obra encaixa-se também no gênero musical, mas também não é daqueles em que as pessoas conversam cantando, o que, na maior parte das vezes, também não me agrada (sim, sou bem chata, eu admito). A história, em si, é bem simples - a ascensão da estrela Ally concomitantemente com a derrocada pessoal de Jackson, o que reflete diretamente no relacionamento do casal. Não espere nenhuma leitura profunda ou, ainda, "camadas" de emoções - não, não, inexiste qualquer complexidade intelectual ou sensorial no filme, ele é realmente bem objetivo, o que não significa que seja ruim. Fiquei bastante impressionada com a direção de Bradley Cooper - claro que ele está a anos-luz dos grandes monstros sagrados da direção, mas, realmente, demonstrou muita competência e nos apresentou um filme com direção segura, coerente e concisa. Curti, em especial, o tratamento dado à câmera, os posicionamentos e movimentos desta, tudo bem redondo. Como é de se esperar num musical, a trilha sonora é de ótima qualidade e muitíssimo bem executada. Mas diria que o que mais me impressionou foi a parte de interpretação - Lady Gaga está muito bem, e consegue fazer uma Ally doce e insegura, apesar do talento. Quem arrasa, em todos os sentidos, na minha opinião, é Bradley Cooper como Jackson - sério, ele está fenomenal!!!!! Curti, ainda, a participação de Sam Elliott como Bobby, o irmão e mentor de Jackson - muito bom. O filme é ótimo, vale a visita.

0 visualização0 comentário