top of page
  • hikafigueiredo

"No Coração da Montanha", de Werner Herzog, 1991

Filme do dia (74/2015) - "No Coração da Montanha", de Werner Herzog, 1991 - Roccia é um escalador de montanha veterano, Martin, o jovem campeão mundial de escalada indoor. Os dois atletas se desafiam para ver quem consegue escalar o Cerro Torre, pico rochoso jamais escalado, na Patagônia. Paralelamente, ambos disputam a mesma mulher.





Este filme é simplesmente... FODÁSTICOOOOOO!!!!! Bom... vamos contemporizar a questão... o filme une as minhas duas maiores paixões - o cinema e a escalada, então, é evidente que seria deliciosamente sublime para mim. Mas, o filme é excepcionalmente bom mesmo para quem nunca subiu nem meio metro de parede rochosa e não tem qualquer interesse na atividade, podem confiar... rs. Inicialmente, temos uma história muito bem construída - o roteiro é ótimo, o desenvolvimento da trama é sólido e o final é surpreendente. Mais uma vez - como em "Fitzcarraldo" - temos a paixão e obstinação do homem levando-o aos extremos e à insanidade. Aqui, a natureza é ainda mais perversa e hostil, exigindo, verdadeiramente, a alma dos oponentes. A fotografia deste filme é magnífica - as imagens das montanhas e geleiras são deslumbrantes, você se sente dentro daquele espetáculo natural. As tomadas das escaladas são cirurgicamente bem feitas e - pasmem!!!! - verossímeis (para quem entende dos paranauês, "Limite Vertical" e "Risco Total" são verdadeiras obras cômicas), incluindo escaladas mistas (rocha e gelo) e um belíssimo solo (escalada sem equipamentos). Se já é legal para um leigo, imagine para um aficionado!!!! Os dois protagonistas estão ótimos em seus papéis - Vittorio Mezzogiorno, ator, como Roccia e Stefan Glowacz, escalador, como Martin (mesmo sem ser ator, ele convence bem como o arrogante atleta de competição). Mas adorável mesmo é o jovem escalador cuja sanidade foi engolida pela montanha e que sequer nome merece na trama. Na real, o filme é ESTUPENDO, assistam!!! Em tempo: infelizmente, para uma colecionadora de filmes como eu, esta obra nunca foi lançada em DVD ou BD no Brasil, motivo pelo qual assisti uma cópia pirata muito da safada que fez favor de roubar metade da beleza das imagens... Revoltada. :X

15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page