• hikafigueiredo

"O Destino de Um Homem", de Sergei Bondarchuk, 1959

Filme do dia (10/2019) - "O Destino de Um Homem", de Sergei Bondarchuk, 1959 - À beira de um riacho, o ex-combatente Sokolov (Sergei Bondarchuk) narra a um desconhecido sua triste história, desde a morte de seus pais devido à fome até seu retorno para casa ao fim da Segunda Guerra.





Baseado no livro homônimo de Mikhail Sholokhov, a obra traz a história de um homem comum durante os anos que antecederam a Segunda Guerra até o fim desta. Pautada em acontecimentos dramáticos - mas nada excepcionais em um período de guerra -, a narrativa concentra-se, em especial, no campo de batalha e nas dificuldades enfrentadas pelo protagonista para permanecer vivo e retornar para sua esposa e filhos. Admito que esperava algo mais contundente, ao estilo "Vá e Veja", mas, ao contrário, encontrei uma obra tradicional, bem aos moldes hollywoodianos, apesar de sua origem soviética. Se o filme ousou em algum momento, foram em algumas poucas cenas cuja linguagem cinematográfica fugiu ao lugar comum, como, por exemplo, quando a câmera balança acompanhando a confusão do personagem após sofrer um acidente de carro. A belíssima fotografia ressaltou as locações marcadas pelos trágicos escombros reais da guerra. A maior força da obra encontra-se na ótima interpretação de Sergei Bondarchuk, que também assinou a direção. Diria que é um filme bastante correto, mas muito semelhante a tantos outros, ou seja, nada marcante. Não me conectei emocionalmente com a obra, a qual foi recebida apenas sob seu aspecto racional. Apesar de correto, achei o filme sem alma, uma pena. Recomendo apenas para quem tem interesse especial no tema ou quer conhecer um pouco mais do cinema soviético.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo