• hikafigueiredo

"O Homem que Caiu na Terra", de Nicolas Roeg, 1976

Filme do dia (295/2020) - "O Homem que Caiu na Terra", de Nicolas Roeg, 1976 - Thomas (David Bowie) é um extraterrestre humanoide que vem à Terra para levar água ao seu planeta natal, castigado por uma enorme seca. Na Terra, ele abre uma empresa e fica milionário com a tecnologia avançada de que dispõe.





O filme é a versão cinematográfica do clássico homônimo da literatura de ficção científica, obra de Walter Tevis. O livro é cultuadíssimo pelos amantes do gênero e o filme... é um horror. Sinceramente, um dos piores filmes que eu me lembro de ter visto na vida. Nem mesmo a figura icônica de David Bowie foi capaz de me "amaciar" a opinião. A narrativa se desenvolve aos pulos, não existe a mínima coesão nas cenas, aparecem personagens surgidos sabe-se lá de onde que desaparecem do mesmo jeito como surgiram. Para piorar, todos os maneirismos cinematográficos da década de 70, como aquelas aproximações rápidas, que eu sempre detestei, e uma estética porca raras vezes vista. Pelo o que eu entendi, a intenção da história é mostrar a natureza podre, egoísta e maldosa do ser humano - até aí nenhuma novidade -, mas o roteiro quebrado não ajuda em nada a passar essa ideia. Existe, ainda, uma quantidade absurda de cenas inúteis, que não colaboram em nada com o todo da história, como as dezenas de cenas do personagem Bryce com as suas amantes juvenis que eu desconfio que só estavam lá para justificar as imagens de nus femininos. E mesmo David Bowie, de quem sou fã ardorosa, está sofrível no papel do extraterrestre Thomas (até entendo que a ideia, talvez, fosse ele parecer inexpressivo por ser um extraterrestre, mas a interpretação dele ultrapassa a mera inexpressividade). Aliás, todo elenco é medíocre. Acho que ficou óbvio que eu detestei a obra e confesso que foi um suplício vê-la até o fim. É tão ruim, mas tão ruim, que eu nem vou deixá-la na coleção e por bem pouco não simplesmente a jogo no lixo. Não recomendo nem para o pior dos inimigos.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo