• hikafigueiredo

"O Poço e o Pêndulo", de Roger Corman, 1961

Filme do dia (119/2021) - "O Poço e o Pêndulo", de Roger Corman, 1961 - Espanha, século XVI. Francis Barnard (John Kerr) sai da Inglaterra para a casa de seu cunhado Nicolas Medina (Vincent Price) para descobrir a causa da morte de sua irmã Elizabeth (Barbara Steele). Lá chegando, irá se deparar com uma série de situações estranhas e começa a desconfiar de que Nicolas tenha alguma responsabilidade na morte da esposa.





Dando continuidade à maratona Roger Corman/Edgar Allan Poe, agora foi a vez de um dos mais famosos contos do autor - "O Poço e o Pêndulo", que discorre sobre um período horrível da história - as torturas e mortes praticadas em nome da Igreja durante a Santa Inquisição. Na história, Nicolas é filho de Sebastian Medina, um antigo inquisitor. Quando criança, Nicolas presenciou a tortura e morte de um familiar pelas mãos do pai, criando, assim, um terrível trauma no personagem. E será esse trauma que conduzirá parte da história. A narrativa alterna tempo presente com reminiscências de Nicolas acerca de seu trauma. O ritmo é moderado, criando um suspense acerca dos fatos. A atmosfera é sombria, pesada, como só Edgar Allan Poe conseguia em seus contos. Aqui, também, temos a presença do querido Vincent Price como Nicolas e Sebastian, em dois personagens bastante opostos. Eu sou bem suspeita para falar destes filmes do Vincent Price porque tenho profunda memória afetiva por todos eles - suas obras de terror acompanharam minha infância na casa de meu tio, junto com meus primos, então eu adoro tudo que me remeta a essa época. De qualquer forma, é um ótimo conto do autor e acho que Corman conseguiu imprimir sua atmosfera sombria excepcionalmente bem nessa obra. Recomendo.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo