• hikafigueiredo

"Os Invisíveis", de Claus Räfle, 2018

Atualizado: 23 de ago. de 2019

Filme do dia (100/2019) - "Os Invisíveis", de Claus Räfle, 2018 - Alemanha, 1942. O governo nazista do 3o Reich intensifica a deportação de judeus para os campos de concentração. Cerca de sete mil judeus optam por se esconder do governo dentro da própria Alemanha. Ao final da guerra, cerca de mil e setecentos judeus conseguem permanecer vivos - e escondidos dos nazistas - dentro do território alemão.





O filme é uma dramatização das histórias reais de quatro sobreviventes à guerra que permaneceram escondidos dentro do território alemão. Misturando dramatização com os depoimentos dos quatro sobreviventes, a obra retrata as dificuldades enfrentadas pelos judeus resistentes, as perseguições e, acima de tudo, as histórias de pessoas comuns que não se renderam aos ódios gerados pela extrema direita e mantiveram sua humanidade ao acolherem e esconderem judeus, colocando em risco suas próprias vidas e a de seus familiares tão somente por acreditarem ser aquilo o certo a ser feito. Ainda que sejam menos impactantes do que os horrores enfrentados nos campos de concentração, as histórias de resistência aqui expostas tocam não apenas pela resiliência e determinação daquelas pessoas, mas, ainda, pela injustiça absurda que enfrentaram. O filme é bastante bom, bem didático e o espectador se pega correndo de agonia por aqueles personagens reais. Vale a visita.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo