• hikafigueiredo

"Pecado da Carne", de Haim Tabakman, 2009

Filme do dia (173/2017) - "Pecado da Carne", de Haim Tabakman, 2009 - Aarão (Zohar Strauss) é um judeu ortodoxo que toca, em Jerusalém, o açougue que era de seu pai. A chegada do jovem Ezri (Ran Danker) para ser seu assistente fará com que sua vida tenha uma reviravolta.





Nesse filme israelense temos um retrato do conflito existente entre a religião e a sexualidade. A relação entre Aarão e Ezri é mostrada com delicadeza e sensibilidade e a reação da comunidade resultante de tal relação surge com violência e indignação. A obra mostra como os preceitos e dogmas religiosos engessam seus seguidores, impedindo-os de serem livres e buscarem a felicidade. É um filme amargo e, de certa forma, claustrofóbico, pela situação que, pouco a pouco, se fecha sobre os personagens. O ritmo é um pouco lento, mas nada que incomode mesmo quem não está acostumado. A direção de arte é cuidadosa, retratando, com esmero, a ambientação e vestimentas típicos dos judeus ortodoxos. A dupla central de atores é ótima - Zohar Strauss consegue fazer um Aarão contido, cujo olhar grita por liberdade. Já Ran Danker dá vida ao impetuoso e apaixonado Ezri. A química entre os dois é marcante. A obra é simplesmente ótima e merece muito ser vista.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo