• hikafigueiredo

"Pietá", de Kim Ki-Duk, 2012

Filme do dia (14/2017) - "Pietá", de Kim Ki-Duk, 2012 - Gang-do (Lee Jung-jin) é um violento cobrador de dívidas que mutila os devedores para ficar com o valor do seguro. Sozinho no mundo, Gang-do não teme qualquer reação de seus desafetos. A chegada de uma mulher que afirma ser sua mãe, fará com que Gang-do modifique sua visão de mundo e passe a temer pela segurança dela.






Nesse filme maravilhoso de Kim Ki-Duk temos algumas mudanças no estilo do diretor - inicialmente, é um filme com muitos diálogos e bastante "sonoro", totalmente diferente de obras como "Primavera, Verão, Outono, Inverno... e Primavera", "Casa Vazia" e "O Arco"; também é um filme que deixa de lado o intimismo, a subjetividade e a contemplação, tratando-se de uma obra objetiva e realista. Independente da modificação de estilo, o diretor consegue, de forma surpreendente considerando tal transformação, manter a excepcional qualidade de sua obra. O filme é, na minha opinião, uma das melhores produções cinematográficas sobre a vingança que eu já vi, lado a lado com o também fantástico "Oldboy". O filme, ainda, coloca em discussão os afetos, as relações familiares e a importância social dada ao dinheiro. O roteiro, amarradíssimo, não tem arestas, é redondinho. A direção segura de Kim Ki-Duk, com enquadramentos precisos, e a interpretação envolvente de Lee Jung-jin e Jo Min-soo (como a mãe), fazem de "Pietá" um filme realmente sensacional!!!! Amei e recomendo muito!!!!

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo