• hikafigueiredo

"Ponte dos Espiões", de Steven Spielberg, 2015

Filme do dia (94/2018) - "Ponte dos Espiões", de Steven Spielberg, 2015 - EUA, 1957. O espião soviético Rudolf Abel (Mark Rylance) é detido e levado a juri. O advogado James Donovan (Tom Hanks) é destacado para fazer a sua defesa e torna-se sua única esperança de não ser condenado à morte.





O diretor Steven Spielberg se especializou em fazer filmes sobre heróis solitários que precisam enfrentar a desaprovação de todos para chegar aos seus objetivos. "Ponte dos Espiões" veste essa carapuça até o pé. Até diria que é um filme razoável - mas é tãããão padrão Spielberg e tãããão previsível que perde um pouco da graça, sabe? Também cansei do ufanismo patriótico do diretor - é muita babação de ovo nos EUA, deu ranço já. A cena onde o prisioneiro americano é "torturado" na URSS, enquanto o prisioneiro russo nos EUA é tratado com toda a educação é de vomitar ("sorry", mas detesto esse tipo de maniqueísmo manipulador) - que tal perguntarmos em Guantánamo se é assim mesmo???? 😡 Tirando essa carga ideológica de lascar (que incomoda a mim e talvez a mais uns três gatos pingados), o filme desenvolve-se bem, apresenta um roteiro muito bem amarrado, é tecnicamente bem feito (nem poderia ser diferente sendo do Spielberg) e tem ótimos atores - com destaque para Mark Rylance que ganhou o Oscar de Melhor Ator Coadjuvante pelo papel, numa atuação sutil e contida - então, o que dizer???? É um bom filme, ideologicamente questionável, mas cinematograficamente de qualidade. Diria que, abstraindo essa questão ideológica, o filme me prendeu até o fim e quase digo que curti. Recomendo para quem não liga para (ou consegue abstrair) discurso "americanófilo".

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo