• hikafigueiredo

"Questão de Imagem", de Agnès Jaoui, 2005

Filme do dia (07/2017) - "Questão de Imagem", de Agnès Jaoui, 2005 - Lolita (Marilou Berry) é um jovem cantora talentosa, mas fora dos padrões físicos socialmente exaltados. Com problemas de autoestima e rejeitada pelo pai Etiènne (Jean-Pierre Bacri), um famoso e badalado escritor, Lolita busca apoio em sua professora de canto Sylvie (Agnès Jaoui) e no jovem Sebastièn (Keine Bouhiza). Por seu lado, Pierre (Laurent Grevill), marido de Sylvie e escritor em ascensão, aproxima-se de Etiènne com vistas nos seus contatos.





Nesse drama leve francês, as relações por interesse e bajulatórias e o descarte de pessoas que não são mais úteis contrapõem-se às relações apoiadas em sentimentos reais, admiração e respeito. Etiènne é grosseiro, inconveniente e egoísta, serve-se de todos ao seu redor sem qualquer pudor, além de ser evidentemente machista e misógino, mas é adulado por todos e tem seu ego massageado por incontáveis puxa-sacos que orbitam ao seu redor no intuito de receber algum agrado ou vantagem. O desenvolvimento da história é bem interessante justamente por apontar como é fácil cair na sedução da bajulação e como pessoas comuns podem aceitar determinados comportamentos inadequados por mera conveniência e, ainda, acabam por dar as costas àqueles que lhe ajudaram por puro egoísmo. É um filme que chega a ser incômodo por ser tão direto e real na crítica. Gostei bastante das interpretações com destaque para Marilou Berry como a insegura Lolita e Jean-Pierre Bacri como o detestável Etiènne. Para quem gosta de canto lírico, é um prato cheio. O filme ganhou Prêmio de Roteiro em Cannes, merecidamente. Da mesma diretora de "O Gosto dos Outros". Curti bastante e recomendo.

0 visualização0 comentário