• hikafigueiredo

"Stonewall: Onde o Orgulho Começou", de Roland Emmerich, 2015

Filme do dia (05/2019) - "Stonewall: Onde o Orgulho Começou", de Roland Emmerich, 2015 - Nova York, 1969. Após ser expulso de casa por ser homossexual, o jovem Danny (Jeremy Irvine) busca refúgio na Rua Christopher, conhecido reduto gay novaiorquino, local onde faz amizades à véspera da rebelião de Stonewall.





Tendo como pano de fundo a rebelião de Stonewall, ocasião em que gays, lésbicas, bissexuais e transgêneros enfrentaram forças policiais e começaram a exigir seus direitos civis, o filme mescla personagens reais e fictícios para contar a história de um jovem gay e seus amigos. Tratados como párias e empurrados para a prostituição, os jovens gays novaiorquinos viviam à margem da sociedade, sendo vitimados tanto pela polícia quanto por sua própria clientela, que frequentemente os espancava ou assassinava. O mérito do filme está em retratar os primórdios da luta pelos direitos civis dos LGBTTQ+ que culminou na primeira Parada do Orgulho Gay, em Nova York, em 1970. O problema, no entanto, é que a história do personagem Danny fica tão mais em evidência que o contexto histórico relacionado à luta por direitos some em meio à narrativa, o que é uma pena - o filme teria muito mais força se tivesse equilibrado melhor ficção e realidade ou, ao menos, se tivesse dado mais espaço para a temática universal em detrimento à história particular de Danny e seus amigos (como fez o maravilhoso "120 Batimentos por Minuto"). Destaque para a interpretação de . Jonny Beauchamp como Ray, a figura mais simpática do grupo e uma das mais controversas. Eu esperava mais evidência às lutas por direitos civis e um destaque maior para a primeira Parada do Orgulho Gay, mas, apesar disso, gostei do filme. Para quem gosta da temática LGBT, é um filme interessante.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo