• hikafigueiredo

"Um Longo Fim de Semana", de Colin Eggleston, 1978

Filme do dia (63/2021) - "Um Longo Fim de Semana", de Colin Eggleston, 1978 - Peter (John Hargreaves) e Marcia (Briony Behets) formam um casal em crise que resolve passar um fim de semana acampando em uma praia deserta. No entanto, sua conduta devastadora trará uma reação inesperada.





Nesse legítimo exemplar de "Ozploitation" (filmes produzidos pela Austrália) temos uma história pautada na resposta da natureza aos abusos cometidos pelo ser humano - o chamado "eco-horror". O casal protagonista chega a uma praia erma, quase intocada pelo homem, e, imediatamente, começa a devastá-la - suja o ambiente, envenena os insetos, derruba árvores e caça os animais, espalhando destruição por onde passa. A natureza, até então impassível frente às atrocidades, subitamente volta-se contra as ações dos personagens, transformando o final de semana em um imenso pesadelo. Vou dizer que adorei o argumento - nada mais prazeroso que ver a natureza ferrando seres humanos folgados e sem noção!!! A narrativa segue tempo cronológico e possui um ritmo pausado, com discreta aceleração ao final. A atmosfera é de suspense - o espectador sabe que vai acontecer alguma coisa, mas quando e o quê não se sabe ao certo. Diferente dos outros filmes de Ozploitation vistos recentemente, nesse aqui não há qualquer cena real de caçada ou nada do gênero, pode ser visto sem sustos por espectadores, como eu, mais sensíveis ao tema. A fotografia do filme me pareceu meio "lavada", com pouca saturação, algo comum nos filmes da década de 70 (não sei dizer o motivo disto). A obra aposta bastante na edição de som - os ruídos noturnos, os sons da natureza, tudo colabora para o clima de suspense e tensão (não apenas para o público, mas para os próprios personagens também). As interpretações de John Hargreaves e Briony Behets não se mostraram excepcionais, mas, tampouco, foram fator negativo para a obra (achei a atuação de Hargreaves melhor que a de Briony, que mostrou um trabalho bem limitado). O filme prendeu a minha atenção e confesso que torci bastante pela natureza (quem dera que a resposta da natureza aos abusos dos seres humanos fosse tão rápida assim...). Eu gostei e recomendo.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo