top of page
  • hikafigueiredo

"Ódio", de Yasuo Inoue, 2005

Filme do dia (211/2020) - "Ódio", de Yasuo Inoue, 2005 - o pequeno Juzo sofre violento bullying do valentão da escola, Akai. Em uma das ações violentas de Akai, ele desfigura Juzo, que cresce alimentando seu ódio por Akai e imaginando sua vingança.

Cara... primeiro filme de terror mindfuck que eu vejo




- "Coherence" (2013) é suspense, não conta. A obra, no fundo, trata de bullying e seus efeitos na personalidade e destino de quem o sofre. Mas, daí desenvolve-se uma história de terror daquelas que a gente tateia para entender... e um desfecho que é completamente mindfuck. O roteiro alterna, o tempo todo, presente e futuro, além de um terceiro ambiente que eu interpretei como "o interior de Juzo" e a formação de uma segunda personalidade psicopata. Não é um filme fácil de entender, na realidade tenho as minhas dúvidas se dá para entendê-lo realmente ou se devemos apenas aproveitar a atmosfera de tensão que a obra é hábil em criar. O ritmo alterna momentos bem lentos com outros bem marcados. Há bastante violência na narrativa, mas não chega a ser gore. Tecnicamente o filme é okay, com destaque para alguns bons efeitos especiais. No elenco, Hirofumi Arai interpreta um Akai adulto tão exagerado que chega a ser inverossímil (quem agisse como ele agia no trabalho, acabaria perdendo o emprego); Shun Oguri interpreta Jozu adulto e acho que se saiu bem no papel, entregando um personagem tímido e apavorado com a presença de seu "eu" do mal; Nakamura Shidô II, interpreta o ser maligno que habita Jozu, um personagem realmente apavorante; e Yumi Yoshimura interpreta Nozomi, esposa de Akai. Não consegui descobrir os nomes dos atores mirins em nenhum lugar, sorry. O diretor Takashi Miike faz uma ponta no filme como Kaneda. Eu diria que é um filme de terror interessante e bem diferente, mas há que se aceitar que ele é, em parte, incompreensível, quem quiser explicações lógicas, principalmente para o desfecho, vai pirar, então apenas aceite! rs. Eu gostei mas recomendo com certo cuidado.

4 visualizações0 comentário

ความคิดเห็น


bottom of page