• hikafigueiredo

"A Língua das Mariposas", de José Luis Cuerda, 1999

Filme do dia (172/2017) - "A Língua das Mariposas", de José Luis Cuerda, 1999 - Espanha, 1936. Moncho (Manuel Lozano) acaba de entrar na escola. Rapidamente, o garoto se apega a seu professor Don Gregorio (Fernando Fernán Gomez), que se mostra um educador sério e compromissado e que, da mesma forma, também se apega ao menino. No entanto, a ascensão de um governo de cunho fascista e o princípio da Guerra Civil Espanhola subverterá as relações sociais de todos, inclusive aquelas estabelecidas entre o jovem e seu mestre.





O filme retrata, de um lado, a bela relação de um professor com seus alunos, e, de outro, o poder maligno de um governo autoritário e que impede a liberdade de pensamento e expressão. É uma obra que deixa um gosto amargo na boca e o coração pesado. Ainda assim, é um filme repleto de poesia e extremamente delicado. A direção de arte de época é encantadora, bem como a bela fotografia. O filme se apoia bastante nas ótimas interpretações de Fernando Fernán Gomez que faz um professor idoso e cheio das melhores intenções com seus alunos e do pequeno Manuel Lozano, cujo frescor e curiosidade infantis são tocantes - o menininho é um excelente ator mirim. Ótima obra, recomendadíssima.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo