• hikafigueiredo

"Além da Vida", de Clint Eastwood, 2010

Filme do dia (422/2020) - "Além da Vida", de Clint Eastwood, 2010 - Marie (Cécile de France) tem uma experiência de quase morte que muda sua vida; George (Matt Damon) possui o dom de se comunicar com os mortos; Marcus (Frankie McLaren) sofre uma perda irreparável. As vidas dos três irão se tocar tendo, como fio condutor, suas relações com o além.





Eu sei, eu sei. A sinopse já não ajuda. Mas, Clint Eastwood à frente da direção oferece, ao menos, o benefício da dúvida, e acredito que, por isso mesmo, esta obra se encontrava perdida na coleção - e lá fui eu conferi-la. Pois bem... a primeira impressão foi o que se manteve e, aqui, tenho de comentar que Eastwood, quando acerta, acerta, como em "Os Imperdoáveis" (1992), "As Pontes de Madison" (1995) e "Menina de Ouro" (2004)... mas, quando erra, pelamor, erra demais! O filme é um amontoado de clichês afundando em pieguice e com um verniz muito fino de narrativa séria. Além disso, as três histórias correm sem nenhuma conexão, encontrando-se a quinze minutos do final, sem qualquer profundidade. Okay, entendo que este é um tema difícil de tratar com seriedade, já que exige que o espectador "embarque" na crença alheia - e cada um acredita em uma coisa diferente no que concerne a algo além da vida -, mas revestir a narrativa com sentimentalismos não favorece, em nada, o encaminhamento da obra. Enfim, o filme não me tocou minimamente no que se refere ao emocional e, tampouco, despertou qualquer reflexão acerca do tema - passou batido e me fez olhar, algumas tantas vezes, para o marcador de tempo. Também não encontrei grandes méritos técnicos - nem fotografia, nem montagem, nem direção de arte, nada chamou a minha atenção. As interpretações, da mesma forma, não tocaram e, por mais que eu tenha muita simpatia pela pessoa de Matt Damon, já cansei de vê-lo interpretar sempre o mesmo papel de bom-moço-com-problemas-sérios-que-precisa-ser-compreendido... argh! Cécile de France já esteve bem melhor em outros papeis e o pequeno Frankie McLaren também não surpreendeu. Não tem defesa, não, o filme é ruim mesmo, a ponto de ser tirado da coleção para dar espaço a algo melhor. Não percam seu tempo.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo