• hikafigueiredo

"Algo Como a Felicidade", de Bohdan Slama, 2005

Filme do dia (153/2017) - "Algo Como a Felicidade", de Bohdan Slama, 2005 - Monika (Tatiana Vilhelmová), Tonik (Pavel Liska) e Dasha (Anna Geislerová) cresceram juntos em um conjunto habitacional na República Tcheca. Agora adultos, suas vidas tomarão rumos opostos, mas os problemas psicológicos de um deles, farão com que os amigos se tornem ainda mais próximos.





O filme discorre sobre a expectativa da felicidade, a real alegria e a dificuldade de reconhecer quanto somos felizes verdadeiramente, deixando que esse sentimento se perca ao escorrer por entre os dedos. Em outras palavras, o filme mostra como as pessoas projetam a felicidade, mas, ao se depararem com ela numa situação não ideal, sequer a reconhecem, abrindo caminho para que ela se esvaia. É uma obra muito doce, quase ingênua, e o público sente-se inclinado a torcer pelos personagens. Tatiana Vilhelmová faz uma Monika responsável, acolhedora, preocupada com os seus, mas, também, sonhadora e apaixonada; Pavel Liska interpreta um Tonik sensível, gente boa, mas suscetível a ser usado e manipulado; e Anna Geislerová faz a ovelha negra da turma (e é quase impossível não detestá-la em certos momentos, enquanto que em outros ela desperta piedade). Gostei profundamente da temática do filme, ainda que, nos quesitos técnicos, nada tenha me despertado grande atenção. É bem bonitinho, podem ver na confiança.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo