• hikafigueiredo

"Um Lugar Chamado Nothing Hill", de Roger Michell, 1999

Filme do dia (274/2017) - "Um Lugar Chamado Nothing Hill", de Roger Michell, 1999 - William (Hugh Grant) é o dono de uma pequena livraria, desconhecido e sem qualquer atrativo especial. Um dia, William vê-se diante de Anna Scott (Julia Roberts), uma famosa estrela de Hollywood, que, contrariando qualquer expectativa, mostra-se interessada no incógnito rapaz.





Nessa simpática comédia romântica temos um retrato do que aconteceria numa improvável relação amorosa entre uma "celebridade" e uma pessoa comum. Apesar de pouco verossímil, a historinha é bonitinha e certamente vai agradar quem curte o gênero. Para a alegria dos fãs, temos situações românticas entremeadas de outras tantas cômicas e/ou constrangedoras, na estrutura mais padrão possível da comédia romântica. Reforçando o sucesso certo, temos Hugh Grant fazendo papel de Hugh Grant, Julia Robert interpretando Julia Roberts (dois ícones e intérpretes contumazes do gênero) e mais um punhado de coadjuvantes servindo como "escada" cômica para os protagonistas. Em suma, o filme segue passo a passo a cartilha hollywoodiana do gênero, de forma que não tinha como dar errado. Apesar de tudo, ainda prefiro "Quatro Casamentos e Um Funeral" e "Letra e Música", ambas com o mesmo e imutável Hugh Grant. Para quem gosta de comédia romântica, é um prato cheio e obra obrigatória.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo