• hikafigueiredo

"Memórias de um Assassino", de Bong Joon-Ho, 2003

Filme do dia (236/2017) - "Memórias de um Assassino", de Bong Joon-Ho, 2003 - 1986. Em uma pequena vila na Coréia do Sul, diversas jovens são encontradas mortas, sempre nas mesmas condições. Uma equipe de policiais passa a investigar os assassinatos em série em busca de pistas que possam levas ao assassino.





Do mesmo diretor do ótimo "O Hospedeiro", a obra foca nos trabalhos policiais, nas idas e vindas da investigação e, principalmente, no estado emocional dos investigadores envolvidos no caso. A obra envolve e consegue criar tensão e digamos que tem um desfecho surpreendente (não exatamente de uma forma satisfatória). A direção de Bong Joon-Ho é segura, apesar da ironia final (sem spoilers). O roteiro é bem estruturado, sem arestas e o ritmo é o de um filme de suspense típico, ou seja, em evolução constante até o clímax - no entanto, segue-se um anticlímax inesperado que pode desagradar boa parte do público. A estética do filme me incomodou um pouco, por conta de uma fotografia meio lavada e escura, com poucos contrastes, sei lá, feiosa na minha opinião. Quanto às interpretações, os atores cumprem bem seus papeis, mas nada de muito excepcional. Então... achei o filme interessante, mas acho que pode deixar parte do público meio puta da vida. Eu recomendaria, apesar de tudo, principalmente pelos méritos da boa direção.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo