• hikafigueiredo

"O Operário", de Brad Anderson, 2004

Filme do dia (146/2015) - "O Operário", de Brad Anderson, 2004 - Trevor Resnik (Christian Bale) não dorme há um ano. Magro e debilitado, Trevor mantém uma rotina de trabalhar numa fábrica durante o dia, visitar a prostituta Stevie (Jennifer Jason-Leigh) à noite e tomar café no aeroporto, enquanto conversa com a garçonete Maria, de madrugada. Mas Trevor acredita que está sendo alvo de uma conspiração quando, após um acidente na fábrica, seus colegas de trabalho alegam não conhecer um novo funcionário de nome Ivan.





Thriller psicológico de ótima qualidade, o filme brinca, o tempo todo, com elementos relacionados ao desfecho da história. Durante toda a duração do filme, "pistas" são bombardeadas na tela, mas somente no final elas passam a fazer sentido. O personagem, paulatinamente, vai se deteriorando física e psicologicamente e a aparência doentia ao extremo de Christian Bale ajuda a compor tal imagem. O ator, por sinal, está realmente muito bem no papel do transtornado Trevor e seu corpo esquálido chega a ser impressionante. O uso quase constante de um filtro esverdeado torna ainda mais surreal a imagem do personagem, fazendo com que sua aparência seja fantasmagórica. A fotografia, ainda, aliada à direção de arte, dão um ar sombrio e claustrofóbico, em especial nas cenas do apartamento de Trevor. O filme é realmente muito bom, bem acima do que eu esperava. Tudo bem que, analisando com muito cuidado, encontrei umas "rebarbas" não explicadas na história, mas tive de "cavocar" bastante para percebê-las. Se você gosta de suspense psicológico, esta é uma ótima pedida. Curti pacas!

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo