• hikafigueiredo

"O Sono da Morte", de Mike Flanagan, 2016

Filme do dia (129/2021) - "O Sono da Morte", de Mike Flanagan, 2016 - Depois da morte de seu filho, o casal Jessie (Kate Bosworth) e Mark (Thomas Jane) adotam o pequeno Cody (Jacob Tremblay). O menino é doce e educado, mas traz um terrível segredo - o poder de materializar seus sonhos... e pesadelos.





Zapeando pela Netflix atrás de uma bobagem para ver, eu e minha filha escolhemos um filme de terror que parecia interessante. Não vou dizer que é um suuuuuper filme de terror, mas acho que a obra tem méritos sim. Um mérito do filme é brincar com a ideia de subconsciente e de como isso reflete nos sonhos das pessoas - tudo o que chega ao subconsciente de Cody acaba virando sonho e, assim, materializando-se enquanto ele permanece dormindo e sonhando. Outro mérito que o filme tem - cá entre nós, o maior deles - é a presença da gostosura Jacob Tremblay: não adianta, eu sou apaixonada por esse moleque, eu o acho um ator incrível desde que o vi em "O Quarto de Jack" (2015). Jacob faz de Cody um personagem adorável e faz com que o espectador queira abraçar o menino desde a primeira cena. Mas, claro, o filme não são só flores - algumas soluções da obra são bem complicadas, a personagem Jessie é bem controversa e, ainda que o "mistério" da história tenha tido uma solução razoável, o resultado dos sonhos de Coby seria muito difícil de explicar para, no mínimo, a polícia (rs). O filme também traz uns efeitos especiais deploráveis, só vendo mesmo para entender. É... acho que o que me fez ter algum respeito pelo filme mesmo foi o Jacob, eu adoro vê-lo em ação. Enfim... é um filme que dá para ver, não é dos piores, mas certamente não vai ficar na memória por muito tempo.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo