• hikafigueiredo

"Os Vingadores - Guerra Infinita", de Anthony e Joe Russo, 2018

Filme do dia (127/2018) - "Os Vingadores - Guerra Infinita", de Anthony e Joe Russo, 2018 - Após a cisão ocorrida no grupo dos Vingadores, os membros da equipe se afastam e dispersam pelo universo. O surgimento de um inimigo em comum - o poderoso Thanos - fará com que os super-heróis voltem a se unir e lutar juntos.





Nossa... filminho difícil de dar as impressões sem esfregar spoiler na cara do coleguinha, mas vamos lá tentar. A obra é o ápice do filme-pipoca e não tem nenhuma intenção de discutir o que quer que seja, a ideia é divertir,e, cá entre nós, alcança muito bem esse objetivo. O filme abrange uma enorme parte do Universo Marvel e reúne vários super-heróis ou núcleos de super-heróis diferentes em uma mesma história. O ritmo do filme é quase enlouquecedor e a divisão da história em várias frentes de batalha só torna esse ritmo mais intenso - é um tal de pular de planeta em planeta que deixa o espectador com o coração na mão. A história é bastante simples - Thanos sai em busca das Jóias do Infinito, as quais, reunidas, dariam-lhe total poder e controle do universo, motivo pelo qual os super-heróis lutam para impedi-lo de juntar as pedras. Não é spoiler algum dizer que as coisas não sairão como planejado pelos super-heróis, então, prepare-se para algumas perdas pelo caminho. Confesso que essa coisa advinda das HQs que os heróis morrem ou se ferem e depois, de forma mágica, retornam vivos e inteiros não me agrada, assim, garrei raiva na continuação já anunciada que está por vir. Tecnicamente, o filme é irretocável - nem precisa dizer que o filme apoia-se completamente nos efeitos especiais e edição de som, os quais são insuperáveis. A grade de atores conta com tanta gente (muitos queridinhos meus, por sinal) que é até difícil enumerar - Robert Downey Jr, Chris Pratt, Chris Evans, Chris Hemsworth, Tom Holland, Scarlett Johansson, meus amados Benedict Cumberbatch e Tom Hiddleston, Mark Ruffalo, Zoe Saldaña, e por aí vai - metade de Hollywood está envolvida na obra... rs... Olha... o filme é um super entretenimento, mas admito que o desfecho foi bem difícil de aceitar (se era para sofrer, bastava ter olhado meu saldo bancário, nem saía de casa :P). Sem spoiler, afirmo: amantes do gênero e dos super-heróis da Marvel vão infartar...

0 visualização0 comentário