• hikafigueiredo

"A Arte de Viver", de Ang Lee, 1992

Filme do dia (36/2018) - "A Arte de Viver", de Ang Lee, 1992 - O Sr. Chu (Sihung Lung) é um idoso chinês que se muda para os EUA para morar com seu filho Alex e sua família. Ocorre que sua nora Martha (Deb Snyder) incomoda-se com sua presença, criando uma tensão crescente na família.





Drama familiar apoiado na tradição chinesa dos filhos cuidarem dos pais idosos, a obra retrata, ainda, os conflitos culturais entre chineses e americanos e geracionais entre o pai idoso e seu jovem filho. O personagem Sr. Chu é uma simpatia, simplesmente adorável, o que desperta verdadeiro ódio do espectador quanto à intragável nora Martha. Como é comum nas obras do diretor, o filme é delicado e sutil, com um ritmo pausado que não chega a ser exatamente lento. As cenas de Chu fazendo tai chi são belas, lindamente coreografadas, e as cenas de comida chinesa dão fome (rs). O ator Sihung Lung - com quem Ang Lee voltaria a trabalhar em "Comer, Beber, Viver" - tem uma expressão de serenidade que transmite uma paz impressionante. O filme, primeiro longa de Ang Lee, é ótimo e já dava mostras do talento do diretor. Recomendado.

0 visualização0 comentário