• hikafigueiredo

"A Bruxa", de Robert Eggers, 2016

Filme do dia (52/2016) - "A Bruxa", de Robert Eggers, 2016 - Nova Inglaterra, 1630. Uma família é expulsa da colônia em que vivia devido ao fanatismo religioso do patriarca. A família - composta pelo pai, a mãe, a jovem Thomasin e mais três crianças - muda-se para os arredores de uma floresta. Após o nascimento de um novo filho, acontecimentos estranhos começam a acontecer no local.





Filme de terror psicológico, que explora não só o medo primordial do desconhecido, mas, ainda, o quanto a religião é responsável pelo construção deste medo. O filme é ÓTIMO!!!! Constrói, paulatinamente, um "climão", que faz o espectador se agarrar na poltrona. Não espere muitos sustos, tampouco profusão de sangue - o filme não tem nada de "gore", pelo contrário, é bastante econômico nas cenas aterrorizantes (que até existem), apoiando-se muito mais no já mencionado "climão". Tecnicamente, é um filme bem acima da média do gênero - tem uma fotografia belíssima, escura, soturna, uma direção de arte maravilhosa, bem filme de época, e uma trilha sonora que funciona especialmente bem. As atuações também são ótimas, com destaque para Ralph Ineson e sua voz gutural, que parece vir das profundezas do inferno, fazendo o papel do patriarca. Olha, fazia muito tempo que não via um filme de terror tão bom, adorei e recomendo muito para quem gosta do gênero!!!

0 visualização0 comentário