• hikafigueiredo

"Ana dos Mil Dias", de Charles Jarrot, 1969

Filme do dia (124/2015) - "Ana dos Mil Dias", de Charles Jarrot, 1969 - O rei Henrique VIII (Richard Burton), então casado com a rainha Catarina (Irene Papas), conhece e apaixona-se pela jovem Ana Bolena (Geneviève Bujold). Não conseguindo anular seu casamento perante a Igreja Católica e cada vez mais obcecado por Ana, o rei rompe com o Vaticano e cria a Igreja Anglicana, sob o argumento de que precisa de um herdeiro para o trono da Inglaterra.





A história é conhecida de todos e já foi representada inúmeras vezes, pelos mais diferentes ângulos, como em "A Outra" e "O Homem que Não Vendeu sua Alma". O forte, neste filme, são as interpretações de Richard Burton, como o rei arrogante e tresloucado de desejo, e Geneviève Bujold, que, de moça apaixonada por um jovem, torna-se a poderosa e interesseira "queridinha" do rei. A produção também é grandiosa, com uma direção de arte requintada que valeu um Oscar para figurino. Muito bom, mas acho que o tema já deu para mim...

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo