• hikafigueiredo

"Baskin", de Can Evrenol, 2015

Filme do dia (239/2020) - "Baskin", de Can Evrenol, 2015 - Um grupo de policiais é acionado para comparecer em um determinado endereço em um bairro ermo e distante. No local, vão encontrar um cenário de horror.





Busquei esse filme por indicação de um amigo. Mal sabia eu que veria um filme absolutamente gore, daqueles bem sangrentos e repugnantes (eu, que via de regra, detesto esse tipo de terror). No entanto, surpreendentemente, gostei bastante da obra, em parte por não se limitar aos assassinatos e mutilações, dando a entender que o local seria uma porta para o inferno. O filme é bastante hábil em criar um "climão", uma atmosfera de tensão, que cresce a cada sala escura que os personagens entram. Além disso, a obra brinca com a questão do tempo, que é não-linear, voltando algumas vezes a acontecimentos passados, o que faz com que o espectador perca um pouco essa referência temporal. Acredito que a cena final tenha sido imaginada para causar surpresa, mas, ao menos para mim, não funcionou, já que eu "cantei a bola" antes de acontecer. O ritmo começa vagaroso, mas aumenta à medida que nos aproximamos do fim. Gostei bastante da construção espacial do filme combinada com a direção de arte - tudo ali é, especialmente, assustador. A maquiagem e os efeitos especiais, regados a litros e litros de sangue cenográfico, são muito convincentes e teve pelo menos uma cena em que preferi fechar os olhos a ver (detesto profundamente cenas de mutilação). Fiquei tensa demais para conseguir prestar atenção em qualquer coisa relacionada ao som do filme, perdão. O elenco faz a sua parte sem grandes talentos ou brilhantismos, mas tenho de admitir que a figura do ator Mehmet Cerrahoglu, que interpreta o personagem maligno "Baba", parece saída de algum episódio de "Dragon Ball Z" e me deixou bastante impressionada (eu não sei o que o ator tem exatamente, mas ele parece inumano e isso é muito bem explorado pelo filme). A obra tem uma pegada que me lembrou "Hellraiser" (1987), um pouco piorado. Eu não tenho dúvida de quem curte terror gore vai adorar o filme. Quem, como eu, não é muito fã do tipo, ainda pode gostar por conta do ar sombrio de toda a obra, mas aí não é tão garantido. Indico a obra, mas veja com bom senso - se você se aflige com qualquer cena mais violenta ou explícita, esse filme não é para você!

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo