• hikafigueiredo

"Chappie", de Neill Bloomkamp, 2015

Filme do dia (87/2017) - "Chappie", de Neill Bloomkamp, 2015 - Em um futuro próximo, a força policial de Joanesburgo é substituída por policiais-robôs. O criador das máquinas, o engenheiro Deon (Dev Patel), cria uma inteligência artificial e a coloca em um dos policiais-robôs, o qual acaba em poder de uma gangue.





Depois de uma estreia em longa-metragens excepcionalmente boa com o ótimo "Distrito 9", seguido do razoável "Elysium", Neill Bloomkamp desce a ladeira com "Chappie". Inicialmente, porque o diretor resolveu trabalhar os temas "ficção" e "distopia" até esgotar - já passou da hora de sair do "monotema"; segundo, porque a obra apela além da conta para o sentimentalismo barato; e, por fim, porque o desfecho traz um furo de "lógica" que não dá para ignorar. Como filme de ação puro e simples, com muitas explosões e efeitos especiais, okay, o filme "funciona" - mas ele é ruim, não tem como fazer muito a defesa... Nem mesmo o elenco de "queridos" - o amorzão Hugh Jackman, Sigourney Weaver e o amorzinho Dev Patel - conseguem salvar a obra. Se teve alguma coisa que eu curti foram os personagens Ninja e Yo-landi - cujos intérpretes são... Ninja e Yo-landi, da banda "Die Antwoord" (banda sul-africana de rap-rave, cujas músicas fazem parte da trilha sonora do filme) - para mim eles são o melhor do filme. Well... eu consegui assistir até o fim sem detestar a experiência, então, apesar de ruim, é assistível. Mas tem muita coisa melhor para ver. Não recomendo não.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo