• hikafigueiredo

"Faster, Pussycat! Kill! Kill!", de Russ Meyer, 1965

Filme do dia (76/2015) - "Faster, Pussycat! Kill! Kill!", de Russ Meyer, 1965 - Três stripers, lideradas pela decidida Varla (Tura Satana), pilotam seus carros de corrida através do deserto. Após um encontro violento com um casal, as garotas descobrem que, em uma fazenda perdida no meio do nada, existe um idoso que esconde uma fortuna.





A palavra que melhor define esta obra é "transgressão". Em meados da década de 60, a mistura de belas garotas, com grandes peitos e trajes exíguos, carros de corrida e violência gratuita certamente foi explosiva! Nunca, até então, um filme havia exalado tanta testosterona!!! O filme é uma obra prima do trash - os diálogos, maliciosos, parecem ter sido elaborados por um adolescente de quatorze anos, as "interpretações" reforçam as muitas curvas das atrizes e tudo está relacionado a sexo e violência. Se o filme é bom??? Cara, é ótimo, divertidíssimo, mas há que se gostar de trasheira a nível de John Waters e Robert Rodriguez!!! Essa obra foi a inspiração para o maravilhoso "À Prova de Morte" do Tarantino. Destaque para trilha sonora deliciosa!!! Adorei e aconselho para quem quiser arriscar enveredar por um filme bem diferente!!!!

1 visualização0 comentário