• hikafigueiredo

"Giordano Bruno", de Giuliano Montaldo, 1973

Filme do dia (187/2016) - "Giordano Bruno", de Giuliano Montaldo, 1973 - Veneza, 1600 - O notório escritor, astrônomo e filósofo Giordano Bruno (Gian Maria Volonté) chega à cidade, onde é recebido com honras. No entanto, uma denúncia o conduz à prisão da Santa Inquisição, onde tem início um processo para declará-lo herege.





A obra relata como se deu o processo que levou Giordano Bruno condenação à pena máxima da Inquisição - a fogueira - por desafiar os dogmas e preceitos da Igreja Católica. O filme é ótimo - tecnicamente perfeito, tem uma belíssima fotografia de Vittorio Storaro, uma direção de arte de época esmerada e música do brilhante Ennio Morricone. No papel principal, ninguém menos que Gian Maria Volonté, ator que ficou marcado por seu engajamento político e preferência por filmes que denunciassem a injustiça social e a falta de escrúpulos e desmandos dos poderosos - caso desta obra. O filme ainda tem a participação de uma linda e jovem Charlotte Rampling, em papel aquém de seu talento. O ritmo é um pouco lento, pode não agradar todos os públicos, mas, ainda assim, recomendo bastante.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo