• hikafigueiredo

"Grand Central", de Rebecca Zlotowski, 2013

Filme do dia (118/2018) - "Grand Central", de Rebecca Zlotowski, 2013 - Gary (Tahar Rahim) é um jovem com pouco estudo e sem oportunidades de trabalho que consegue emprego em uma usina nuclear, onde é acolhido pelos colegas e conhece Karole (Léa Seydoux), companheira de outro trabalhador com quem faz amizade, por quem se apaixona.





O filme transita entre o drama e o romance, pendendo um pouco mais para o primeiro. A obra apresenta um tema não muito comum (eu, pelo menos, jamais vi um filme com esse assunto) - o trabalho de risco em uma usina nuclear. É interessante como a questão da exposição à radiação e das consequências à saúde de Gary se misturam com os problemas decorrentes de sua relação proibida com Karole - enquanto a primeira mina a saúde física do personagem, a última destrói seu emocional. Existe, ainda, uma crítica social embutida na obra - a forma como os trabalhadores da usina são tratados como "carne barata e dispensável", motivo pelo qual são acolhidos quaisquer interessados nos empregos, passando por um treinamento superficial que em nada os protege dos perigos da atividade. O filme flui bem, é bacana, mas não curti muito o desfecho, esperava algo diferente. Como de costume, gostei da interpretação de Tahar Rahim, já conhecido de outras obras, como "Os Anarquistas". Também curti Léa Seydoux como Karole. No elenco, ainda, Olivier Gourmet (dos ótimos "Rosetta" e "O Exercício do Poder") e Denis Menochet. Filme razoável, nada excepcional, mas dá para ver sem sofrer.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo