• hikafigueiredo

"Homem-Aranha no Aranhaverso", de Peter Ramsey, Bob Persichetti e Rodney Rothman, 2018

Filme do dia (142/2019) - "Homem-Aranha no Aranhaverso", de Peter Ramsey, Bob Persichetti e Rodney Rothman, 2018 - Miles Morales é um jovem negro do Brooklin que subitamente ganha poderes após ser picado por uma aranha radioativa. Concomitantemente, o vilão "Rei do Crime" cria um colisor de partículas através do qual acessa diferentes universos. Para impedir o Rei do Crime de destruir esse multiverso, Miles precisará de toda a ajuda possível.





A animação, merecedora do Oscar de Melhor Animação em 2019, traz para um único universo diversas variações do Homem-Aranha existentes em diferentes realidades. Se bem entendi, essas variações foram todas lançadas em HQs, em diferentes épocas, e aproveitadas na animação em questão. O resultado é fantástico, pois se utiliza de diferentes artes e traços - do cartoon ao anime, passando, lógico, pela arte das HQs mais tradicionais e até mesmo uma versão "noir" do Homem-Aranha - para criar o tal "multiverso". E por mais que a mescla de estilos e traços possa soar excessiva, tudo se encaixa perfeitamente e funciona como poucas animações. Espere muuuuita ação, ritmo aceleradíssimo, explosão de cores e o uso de muito da linguagem das HQs, inclusive brincando com as caixas de diálogo e as onomatopeias típicas dos quadrinhos. A animação é divertidíssima e extremamente bem feita. Curti demais e recomendo muito.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo