• hikafigueiredo

"Humano - Uma Viagem pela Vida", de Yann Arthus-Bertrand, 2015

Filme do dia (197/2016) - "Humano - Uma Viagem pela Vida", de Yann Arthus-Bertrand, 2015





Maravilhoso documentário que retrata um pequeno, mas rico, fragmento da vida humana. Alternando depoimentos com belos planos abertos, o filme discorre sobre amor, mágoa, sobrevivência, perdão, sexualidade, família, vida, morte, guerra, fé, esperança. A obra é MARAVILHOSA, impossível não se emocionar - rir, chorar e se angustiar - com as histórias tão sinceramente contadas. São depoimentos tão íntimos, tão emocionados e emocionantes, de todos os cantos do mundo, de pessoas tão díspares entre si, mas que evidentemente se interligam por aquilo que é comum a todos - sua humanidade. O filme mostra como é indiferente você viver no Ártico ou em Ushuaia, a beira-mar ou nos confins da Cordilheira do Himalaia, todos têm buscas e desejos comuns, todos têm esperanças, medos, desejos, dores e alegrias que os igualam aos demais humanos. O ambiente e a forma como são retratados os depoimentos são sempre iguais... um fundo negro e o depoente...e só. Os planos abertos variam um pouco mais... belas paisagens naturais, grandes cidades, vilarejos, muita gente, pouca gente, uma pessoa solitária num mundo de espaço. Algumas imagens são muito belas, poéticas - a menina de alguma tribo asiática cavalgando nas montanhas; a tribo nômade com seus animais na crista de uma montanha no deserto; barcos num mar muito azul, ou no rio cheio de meandros verdes; outras imagens são perturbadoras - a piscina lotada na China; as pessoas catando lixo em meio ao aterro sanitário; o homem solitário no prédio numa grande cidade. Os depoimentos são igualmente variados - é possível sorrir em alguns... mas muitos são para verter rios de lágrimas, ou se torturar de pena. Independente de qualquer coisa... a obra é tocante, arrebatadora, linda... e necessária, obrigatória. Uma bela viagem pela vida humana. Recomendo como nunca recomendei outro filme na vida.

0 visualização0 comentário