• hikafigueiredo

"Ju-On: O Grito 2", de Takashi Shimizu, 2003

Filme do dia (50/2021) - "Ju-On: O Grito 2", de Takashi Shimizu, 2003 - Uma equipe de televisão faz uma reportagem em uma casa dita mal-assombrada. Uma série de eventos estranhos envolvendo a equipe demonstra não se tratar de mera lenda.





Continuação de "Ju-On: O Grito" (2000), a obra segue o mesmíssimo modelo do filme anterior - qualquer personagem que entra na casa onde Kayako e Toshio foram assassinados, passa a ser perseguido por eles e, mais cedo ou mais tarde, acabam mortos também. A narrativa, não linear, acompanha os passos de cada um dos personagens, indo e voltando no tempo diversas vezes. Apesar de até conseguir formar uma atmosfera de tensão, o filme pende mais para estilão jumpscare (e nem todos funcionam a contento). Mais do que no primeiro, temos algumas cenas que são muito filme de terror B, como a cena em que o cabelo - obviamente, uma peruca - se aproxima ameaçadoramente da personagem: a cena me arrancou risos, quebrando totalmente o clima de tensão tão arduamente construído. O filme tem uma maquiagem bem feita, com destaque para Kayako e, principalmente, Toshio (morro de medo daquele moleque!), assim como alguns efeitos especiais bacanas, como a movimentação truncada de Kayako. Apesar de não ser meu tipo de terror preferido - eu gosto muito mais de terror psicológico -, o filme é razoável, tendo um público cativo. Não é o melhor, mas também está longe de ser o pior filme do gênero. Dá para ver sem passar raiva, ainda que, certamente, será rapidamente esquecido.

0 visualização0 comentário