top of page
  • hikafigueiredo

"Levada da Breca", de Howard Hawks, 1938

Filme do dia (301/2020) - "Levada da Breca", de Howard Hawks, 1938 - O paleontólogo David Huxley (Cary Grant) está prestes a se casar, ao mesmo tempo em que espera uma doação de um milhão de dólares para o museu onde trabalha. Sua vida vira do avesso quando conhece Susan Vance (Katharine Hepburn), uma rica herdeira confusa e disposta a conquistá-lo.




Típica "screwball comedy" ou "comédia maluca", a obra constrói-se sobre acontecimentos inusitados e non-sense que vão se sucedendo até um clímax completamente absurdo. E põe absurdo nisso, pois praticamente nada aqui faz qualquer sentido, começando pelo par romântico que une um professor tímido e "nerd" a uma ricaça sem noção. Apesar disso, a comédia funciona, muito por conta do elenco central, uma vez que tanto Cary Grant, quando Katharine Hepburn, ambos de talento inquestionável, tinham fortíssimo timing para a comédia. As "screwball comedy" foram muito comuns na década de 30, até mesmo como válvula de escape para a tensão existente por conta da Grande Depressão. A narrativa é linear, completamente convencional, como era de se esperar de um filme da época de ouro de Hollywood. O ritmo é bastante ágil, pois acontecem coisas sem parar. Não acho que seja comédia para se acabar de rir, mas sua comicidade ingênua garante aquele típico sorriso bobo no rosto. Com certeza vai agradar um público mais velho, mas acho pouco provável agradar o espectador mais jovem, acostumado a um outro tipo de comédia. Vou recomendar porque sou grande fã de Cary Grant e Katharine Hepburn, eles valem a pena.

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Kommentare


bottom of page