• hikafigueiredo

"Mai Mai Miracle", de Sunao Katabuchi, 2009

Filme do dia (313/2020) - "Mai Mai Miracle", de Sunao Katabuchi, 2009 - Japão, 1955. A menina Shinko possui uma grande imaginação, bastante alimentada pelas histórias de seu avô. Com a chegada de uma nova colega de escola, Kiiko, ela terá uma companheira nas suas aventuras no seu mundo mágico.





Esta animação japonesa, ganhadora de vários prêmios, fundamenta sua história na amizade entre duas meninas de histórias e personalidades bastante diferentes. Os temas abordados são a amizade, o companheirismo, a empatia e a capacidade de sonhar. A narrativa mistura a existência real das duas amigas com suas fantasias infantis de um mundo antigo, mil anos antes de seu presente, cujas imagens advêm das histórias contadas pelo avô de Shinko, um velho professor da escola local. As personagens transitam entre os "dois mundos" com fluidez, sem obstáculos ou percalços, o que fortalece seus laços de amizade e companheirismo. O traço da animação é de um anime comum, muito embora existam momentos em que a imaginação de Shinko traga imagens de desenhos infantis, que tomam vida e se misturam à sua realidade. O ritmo é suave, os dramas internos são tratados com leveza - como na cena em que Kiiko conta a Shinko que sua mãe é falecida, ambas em meio a uma "bebedeira" de chocolate recheado de licor - e a atmosfera geral é agradável e acolhedora. Aliás, outro tema trabalhado, com cuidado e ternura, são as perdas, mostrando que o tempo cura as dores e deixa apenas as boas lembranças. Com essa história bastante sensível, a animação é adorável e pode ser vista por toda a família. Eu gostei bastante e recomendo.

1 visualização0 comentário