• hikafigueiredo

"Malcolm X", de Spike Lee, 1992

Filme do dia (23/2017) - "Malcolm X", de Spike Lee, 1992 - EUA, década de 40. Malcolm "Red" Little (Denzel Washington) é um jovem contraventor que, paulatinamente, aprofunda sua vida de crimes até ser encarcerado por vários anos. Na prisão, converte-se ao islamismo e integra-se ao grupo Nação do Islã, surgindo, assim, a figura de Malcolm X, importante líder pelos direitos dos afro-descendentes nos EUA.





Fantástica obra biográfica do diretor Spike Lee, o filme acompanha a trajetória do líder negro Malcolm X, da sua vida de crimes, pré conversão ao Islã, até ser assassinado em 1965. Não percebi, na obra, um tom mais panfletário, comum em filmes do Spike Lee (vide "Faça a Coisa Certa" e "Febre da Selva") - achei que a narrativa focou bem na figura do biografado, por si só controverso, mas inegavelmente importante e consciente de seu papel. A obra é extremamente bem dirigida e mantém um ritmo constante - apesar de loooooonga, com 3h22min de duração. Denzel Washington, para variar, dá show em sua interpretação - Malcolm X não era pessoa fácil, rasa; há complexidade no papel do biografado, muito bem conduzida pelo ator. Emocionante ver uma pequena participação de ninguém menos que Nelson Mandela como um professor em Soweto, a demonstrar os frutos do posicionamento de Malcolm X. Destaque para direção de arte de época e para a trilha sonora espetacular, repleta de muito blues de qualidade indiscutível. Filme essencial, deve ser visto por todos, motivo pelo qual recomendo sem restrições.

0 visualização0 comentário