• hikafigueiredo

"Mama", de Andres Muschietti, 2013

Filme do dia (115/2017) - "Mama", de Andres Muschietti, 2013 - Após assassinar a esposa, Jeffrey (Nikolaj Coster Waldau) foge com as filhas Victoria, de três anos, e Lilly, de um ano. Em uma cabana, no meio de uma floresta, Jeffrey está prestes a matar Victoria, mas alguma coisa o impede. Cinco anos depois, Victoria (Megan Charpentier) e Lilly (Isabelle Nélisse) são resgatadas e seu tio Lucas (Nikolaj Coster Waldau), casado com Anabell (Jessica Chastain), fica com a guarda das meninas. Mas elas não estão sozinhas.





Filme de terror razoável, a obra tem, também, um pezinho no drama. Mães, preparem-se para desenvolver simpatia pela entidade vilã da história, com grande chance de escaparem lágrimas furtivas no fim do filme. A obra conta com diversas cenas de jumpscare e efeitos especiais bacanas, mas não é daquele tipo de filme de terror que depois o espectador leva o medo para casa e precisa dormir de luz acesa (minha cara) - acho que nem medo deu, só susto mesmo. Para mim, teve a mesma pegada de "Água Negra". Pode esperar, também, vááááários clichês do gênero - portas que fecham e abrem "sozinhas", criancinhas que aparecem em meio ao escuro, morte dos personagens secundários - mas qual filme de terror não tem esses clichês? Jessica Chastain é o nome famoso do filme - e, como sempre, demonstra ser uma ótima e versátil atriz - mas temos de admitir que as duas atrizes-mirins dão um show à parte. Por mais ridículo que seja, eu fiquei tocada com a história e acabei gostando, mas sei que devo ser ponto fora da curva. Assista por sua conta e risco.

0 visualização0 comentário